Buscar:   

Basília di San Marco – Veneza – Itália

Imprimir

A arquitetura da Basílica di San Marco, com seus cinco domos redondos, foi inspirada em Constantinopla e é mais uma evidência de que Veneza foi por muito tempo a principal passagem européia entre o oriente e o ocidente. Dizem que no ano de 828 dois mercadores contrabandearam de Alexandria os restos mortais de São Marcos e que foi assim que este santo substituiu o grego São Teodoro como patrono da cidade. No início foi contruída uma pequena capela em homenagem ao novo santo. Depois, por muitos séculos seguidos, ricos comerciantes e influentes politicos competiram entre si fazendo doações para aumentar e ornamentar a igreja.
O interior da Chiesa d’Oro, como também é conhecida a basilica, é coberto com mosaicos bisantinos deslumbrantes. Para ver cada detalhe dos mosaicos do piso e do teto você pode subir até as galerias que integram o Museu Marciano. Do átrio você pode ir até a Loggia dei Cavalli, o balcão aberto ao longo da fachada da basilica. De lá se pode ver a cópia dos quatro cavalos dourados de bronze, dos séculos II e III, que em 1204 foram saqueados de Constantinopla e levados à Veneza. Do balcão também se pode admirar a Piazza San Marco, logo em frente, a Torre dell’ Orologio, à direita e o Campanile, ou Torre do Sino, à esquerda. De volta ao interior da basilica, confira o maior tesouro da igreja, a Pala d’Oro, um retábulo de ouro encrostado com esmalte e jóias, criado no século X e ornamentado entre os séculos XII e XIV. A Pala d’Oro fica atrás do altar principal onde está a tumba de São Marcos. Ao lado direito do altar pode-se visitar o Tesoro, coleção de pilhagem trazida de Constantinopla e, ao lado esquerdo do altar, a Madonna di Nicopeia, também levada de Constantinopla, tem sua própria capela e é coberta de jóias lindíssimas.

A visita ao interior da Basílica di San Marco leva em média 10 minutos, mas muitas vezes o tempo de espera na fila pode levar horas. Não é premitido o acesso de pessoas com vestimentas inapropriadas ou com bagagem. Não é permitido tirar foto e nem filmar.

Os horários para visitação e os valores dos ingressos são:

De novembro a março/abril (Páscoa)
Basílica: das 9h 45min às 17h de segunda a sábado, das14h às 16h aos domingos e feriados. Entrada gratuita.
Museu Marciano: das 9h 45min às 16h 45min. Ingresso: 4 Euros ou 2 Euros para grupos com mais de 15 pessoas.
Pala d’Oro: das 9h 45min às 16h de segunda a sábado, das 14h às 16h aos domingos e feriados. Ingresso: 2 Euros ou 1 Euro para grupos com mais de 15 pessoas.
Tesoro: das 9h 45min às 16h de segunda a sábado, das 14h às 16h aos domingos e feriados. Ingresso: 3 Euros ou 1,50 Euro para grupos com mais de 15 pessoas.

De março/abril (Páscoa) a novembro
Basílica: das 9h 45min às 17h de segunda a sábado, das14h às 17h aos domingos e feriados. Entrada gratuita.
Museu Marciano: das 9h 45min às 16h 45min. Ingresso: 4 Euros ou 2 Euros para grupos com mais de 15 pessoas.
Pala d’Oro: das 9h 45min às 17h de segunda a sábado, das 14h às 17h aos domingos e feriados. Ingresso: 2 Euros ou 1 Euro para grupos com mais de 15 pessoas.
Tesoro: das 9h 45min às 17h de segunda a sábado, das 14h às 17h aos domingos e feriados. Ingresso: 3 Euros ou 1,50 Euro para grupos com mais de 15 pessoas.

Fontes: Frommer’s e www.basilicasanmarco.it.


Fotos